10.7.10

Levando na esportiva...

A mídia não tem conseguido manter-se tão imparcial assim, não é verdade? E se a massa popular quer "justiça feita", o modo mais fácil é achar o culpado que o povo quer ter e contar toda uma historinha a partir de uma versão...então tá bom, vou contar a minha:

Num belo dia de sol, uma mulher linda e modelo, que engravidou de um homem casado (e safaaado!) resolve ir em busca de seus direitos. De novo! Sim, porque ela, que nem gostava muito de mídia, tinha apenas admiração particular e fotos com alguns jogadores (até que conseguiu  um filho do goleiro da maior torcida brasileira) já tinha um histórico de tentativas antecedentes onde alegava ameaças. O cara não queria assumir seu "franguinho"... mas a pobre jovem que queria ficar rica, não ia levar um passe fora, afinal, foi com esforço que subiu de vida... nômade pelas casas das amigas foi despresada pela mãe (já não via a alguns anos) e criada pelo pai, que já carregava no histórico um extupro à menor, diga-se de passagem a ex-cunhada juvenil e adotiva...
Enfim, a mamãe nova no pedaço não tinha base familiar, e o que significa destruir um lar?  Quando o bebê é valioso não se pensa na responsabilidade que se tem em criar, o trabalho é entrar no consenso para determinar a pensão... e por isso, a menina que era disaforada e agora é uma carente  "enconvada", coitada! gritou com o pai que não precisava escolta, encheu o peito, pegou sua bagagem valiosa...ops! o filho, e foi  novamente  encher a rede, ôh, o saco do pai da criança... 

Vamos analisar...qual a fuga pra não pagar uma pensão?! Assassinar! ERRADO! Assassinar vem de alguém chateado, acuado, chantageado...Vamos analisar novamente: Quem já foi agredida volta pra correr perigo de vida? Última tentativa! CLARO QUE NÃO! "Meses atrás tinha apanhado, ele queria que o bebê fosse abortado, disse que mataria eu e conhecidos se o caso fosse divulgado...", isso foi uma ameaça? Mas o youtube foi acionado! Quem teme não deve procurar a polícia e um advogado?! Mas a mulher era de peito, desde cedo tinha destaque escolar em domínio de bolas, não seria fácil entender que pra um pai que não queria nem conhecer o bebê depois de "infelizmente" ele nascer, dificilmente seria com afago e velocidade no registro que terminaria o caso.

Sumiu, meu Deus! Apanhou...morreu...foi esquartejada... enterrada com lage, no sítio, no mar, no meio da cidade...interior de Minas, no Rio, BH... o cachorro comeu... Bruno mandou... ele nem sabia... o amigo assumiu a causa... o adolescente diria... Bruno viu... foi preso com sangue frio... foi pego porque fugiu... o amigo tomou as dores... o primo viu horrores... a mulher cuidava da cria... mas ela nem sabia... ele achava comum bater em mulher... ele largou a família... tinha uma mãe adotiva e só porque enricou tinha que ter consideração pela antiga?!...

E alguém poderia comprovar os fatos pra seguir uma linha? Nos encher de hipóteses, plantão e simulação nada confima...

 Não se chora pela morte da falecida... nem se quis acreditar que poderia estar simplesmente sumida, é pela guarda do filho a briga... sai prendendo todo mundo,  e quem nessas horas não é vítima?! 

É hora da "lavagem cerebral" fazer efeito e vem a população "sábia" se manifestar:  "Que advogado vagabundo, ainda defende um miserável desse?!". No meio de campo já rola a profissão..."O goleiro tocou o terror...", "O flamengo precisava de um matador...", "o time é bom, o golero que mata", "a diferença de Ronaldo é que o que não mata engorda", "o flamengo é escolinha de marginais", "eu queria ver Adriano defendê-lo perguntando quem nunca matou uma mulher...", "Cristiano Ronaldo e Kaká são lindos de morrer pra quem não conhece Bruno, ele é de matar", "Bruno dispensará advogado, como bom goleiro fará sua defesa", "Bruno não engole frangos, mas quem sabe uns presuntinhos...", "Se Bruno fosse pra copa na fase mata-mata estariamos sossegados"...


Lembra-se de famas passadas como o sucesso de Nardone, mas focos é na forma esportiva de transformar tragédia em comédia: dupla "Bruno e Macarrone" extreando "AMIGO, OCULTA MEU PASSADO E O CADÁVER", com sucessos do tipo "Eu falei pra esquartejar“, “Um pedacinho de você“, “Pensão, nem pensar", "Então já era" ... já tem fã clube insistente montado, desconfia-se que Bruno pode mudar de profissão, ser contratado por Ana Maria pra fazer macarrão, e todos os cachorros latirão (faz sucesso até cachorro bem alimentado)! Tem gente acampando na sisterna, quem sabe os mortos não cooperam? Quando o sucesso é verídico a família se apresenta, portaria, primo, conhecido de rua faz diferença... 

Tão sabendo do novo filme que pretendem lançar? :S


Se não tem história a gente inventa, render caso e encher o saco com a desculpa de manter informado é o que compensa: se não tem pudor vira resenha!

Bruno,
vamos esperar o VERDADEIRO resultado...
Dunga não fez sucesso na copa, era pra ter te convocado! 

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf