24.10.10

3.2.1. DESISTO!

"Vem, vambora,
que o que você demora
é o que o tempo leva!"
(Adriana Calcanhoto)


Dá mole! Um versinho, amolação, sorrisinho, um olharzão, um abracinho, beijo na mão...  Parece que quer, será que é? Qual o problema com a decisão? Se está enrolando, aprenda a não brincar com coração! O limite de tempo custa, mas chega e não tem mais como voltar! Se ainda tem tempo, decida-se agora, esse é o prazo em que a atitude aflora? Se tens algum propósito além de marcar território é a hora. Custam sonhos e pensamentos a demora! 

Não me venha com história de insegurança, denunciei-me o bastante com meu corpo, meus atos e minhas aproximações afora. O que eu quero já está estampado, esperando o desenrolar da história. Sabe, os sentimentos podem não sofrer transformação do tempo, mas meu ‘eu’ clama por socorro, e não mais aguento! Deixe claro o que você quer, se me quer como amiga ou como mulher. Se você decidir, eu vou me conformar, ou com o melhor de nós ou com a espera pelo que virá depois. Por enquanto, não me alegra a situação de qualquer contato com você meu dia florecer. Me anular a tal ponto de pra erros graves dar desconto! Se alguma coisa concreta me acalenta, foi descobrir meu dom de exercer paciência. O vácuo é tão grande que a expectativa desvenda um destino que tem trilhas, sonoras, cinematográficas... Os lugares lembram, as comidas lembras, os sorrisos lembram, os caminhos clamam... Mas o que sou além de peça na estante agora?

Ninguém, nem meus monólogos, afirmarão que eu não tentei... Tanto que esperei! Você perceberá quando enfim seu tempo acabar, ou quem vai perceber sou eu, que o envolvimento era só meu. O relógio ataca e você nem sonha em chegar pra minha vida transformar... me fazer feliz, se é que é o que você sempre quis. Se não você, que outro motivo eu tenho pra esperar? Só você pra me castigar! Por qual razão? Você de novo lá está! Porque qualquer outro partido está sendo comparado, imcompreendido e extinguido. Olho pra mim e vejo que estou começando a ressurgir, prazer! Olho pra você e continua estaguinado, confortado, seguro pra nada converter. Se está em dúvida entre opções da lista eu estou caindo fora. Se tens outros tópicos questionadores e pessoais em questão, transbordou o tempo de esclarecer e me envolver na confusão. 

Sei que você está atrasado, mas teimo em acreditar que estás além de mim, adiantado. Agora o tempo está determinado! Se não me alcança, não tem previsão de quando retorna. E me custe você ou eu mesma, quando o sinal tocar, estarei com tudo recomeçado. Chega, deu pra mim, quero me ouvir e entender assim,  melhor e fim. Não dá mais, meu tempo chegou, nem um segundo eu dou, a porta das graças fechou, e se você não enxergou, não decidiu e entrou até agora, ficou do lado de fora!

Dedicado  às mulheres lindas e especiais que doam tempo à espera da decisão daquele cara que não sabe nem o que quer, nem quem está perdendo na vida - ou que não te quer mesmo, o jeito é aceitar. A estante não é teu lugar! E a você esperto suficiente pra ter noção do que pode perder, não por falta de chances, mas por não se mover... baby, vambora!

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf