21.11.10

Retrospectando


 Acordar pra não morrer é morrer por acordar.
Não há sentido em viver se vegetação tem sido resolução.
E no peito bate a tormenta de teletransportar...
A dedicação faz-se total ao que tem fora do coração,
E pra quê? Cumprir o dever!
De uma sociedade tão clichê...
Regras são importantes, mas o importante devia ter porquê...
Fazer por fazer?
Porque um dia precisará ou porque tem que aprender.

Hipocrisia é quando vou à aula sem estar lá...
Ironia é ter livro pra comida e prato pra educação.
Ocupação é quando a quantidade do que fazer me confunde por onde começar,
E nesse momento o corpo sempre arranja forma pra se alienar.
No mais involuntário fazer,
Se encontra correndo, acelerando o jazer.
Nessas horas pra quê pensar em lazer?
Vai ser descredibilitar a realização do querer.

Solidão é quando rodeada de gente me encontro meio demente,
Querendo por perto quem está sempre ausente.
Ilusão é ter em mente uma pessoa que a gente sente,
mas que nem tem o conhecimento se vive e por onde buscar...
Egoísmo é o martírio de questionar se quem não me sai do pensamento
Tem alguma coisa boa de mim pra lembrar.
Medo de externar é ficar na beira do precipício,
esperando o interno não mais aguentar.

E rir, sentir o oco chamado falta que carrego aqui.
Corrosivo é sentir-se esquecido e desmerecido.
É não deixar o mundo te fazer sorrir.
Se pensar em coisa boa num instante aparece quem assola, aí voa.
O sonho apetece,  mas a rotina reaparece.
Coragem te impulsiona,
Você apelida de meta pra tudo não parar no ar.

Vigorante são as surpresas covenientes,
Dos momentos nem sempre decentes,
Mas criativos e potentes a ponto de imacular.

Dormir torna-se mais que descanso,
Não um lugar de sonhar...
Somente para anestesiar.
Pra não se tornar lamentos e pranto.
Enquanto isso o tempo vai correndo,
Minha cara o vento vai encolhendo...
E o que tenho é um fluxo de rio,
Flutuante e ainda vazio,
Sem emprego, casamento ou brio,
A espera de milagres, de capacitação e avivamento.

E onde fica o contentamento?
Quando bem começar a perceber
Que reclamar da irrelevância é bater a testa no espelho.
E não tem como sair imune da vida,
Agora é tarde, a gente nasceu!
E em busca da eternidade estou à procura do melhor ‘eu’...
Porque se Deus me colocou no mundo Ele tem o propósito Seu!
Apenas acredite...

MEDITE COMIGO;

2 Comentários:

  1. Amiga que lindas palavras... eu estava precisando... Saiba que Deus investiu tanto em você que só ele sabe o valor que você tem. Ele planejou você para um proposito especial que só você poderá realizar acredite...Você é o melhor de Deus... Beijos saudades

    ResponderExcluir
  2. Vocês são o melhor de Deus, tudo que me faz acreditar que Ele não me cansa de querer me fazer feliz. Te amoo e como é bom perceber tua presença mesmo que ausente. S2

    ResponderExcluir

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf