15.12.10

Traição

 "A traição supõe uma covardia
e uma depravação detestável."
(Barão de Holbach)
 Traição é um caso mais grave do que possamos imaginar porque assola até pensamento.Vai dizer que nunca teve medo de ver a testa cossar?!

Ninguém tem obrigação de estar "junto", portanto teoricamente seria simples se desvencilhar da pessoa pra a partir de então se envolver com outra. Na prática, há o fogo de momento, o querer só provar, passar tempo  e terminado o "lance", continuar o relacionamento sem modificações - conduta bastante egoísta. Isso ainda pode envolver a imaginação de que o ato possa acontecer sem que vire fato, adicionando enganação a traição.

Outra questão conflitante que rodeia a traição é quando está em um nível relacional mais elevado, você já tem vinculos, compromissos matrimoniais e surge um interesse, um desejo alheio ao que já lhe pertece oficialmente. Aí, perde-se de vista a complicação, porque pode envolver toda uma família e um julgamento que, querendo ou não, a sociedade está sempre apta a dedicar... e ainda há os que enfrentem os riscos!

Tem a traição involuntária: bebeu e pegou num sei quem que se ver na rua num lembra nem o nome, foi agarrado a força (desse eu desconfio uma vez que "se dois não querem, ninguém briga"), só um beijinho, conversas concomitantes visando uma garantia de um possível futuro... e assim vai, numa sequência de fatores que não precisa ser cometido pra deixar alguém enrolado, mesmo que desperbecido, na história.

A fidelidade é fundamental, mas acaso você pratica a infidelidade ou mesmo já praticou, eu aconselho a lealdade... nada mais digno que jogar limpo, nada mais altruista que correr o risco de sofrer as consequencias de maus atos. Chegue, respire, tome coragem e conte o acontecido, pode ser que instanteneamente, após descoberta de ser traido, seu parceiro vá abominar, sofrer, chorar, poderá ser taxativo no termino ou perdoar, mas possivelmente voltarão a se falar... porém, quando todo mundo sabe dos galhos expandidos e a vítima é a última a saber, cabendo-lhe apenas decepar pela raiz, a possibilidade de uma convivência civilizada é mínima, e convenhamos,  com razão de quem entregou sentimentos em vão.


2 Comentários:

  1. A traição é, como diria uma frase filosófica do youtube: "Uma puta falta de sacanagem". Adorei o texto, Lay! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Pois é mamãe, dá razão verídica pra qualquer um "xingar muito no twitter"! huahauahuahu.
    Brigada!

    ResponderExcluir

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf