3.7.11

Histórias que poderiam dar certo.


Não precisava ser intenso no início, era preciso que começasse, mesmo que fingindo. Ela acreditava que depois, um pouquinho após, o fingimento passaria a ser verdade. Seria profundo chegar ao fundo! Ele prefere não dizer nada. Prefere meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todos os dias se perguntam o que fazer. Vivem o desejo até que a vontade de estar com o outro seja maior que os Outros. Torna-se quase impossivel. Ele continua vivendo sua vida idealizada e ela continua idealizando sua vida. É fácil porque o tempo que passa rápido demais deu tempo para que eles nunca mais se vissem, se tocassem e fossem os mesmos. Só imaginam... abraços, noites em que as dores serão sanadas pela visão do sorriso do outro. Ninguém vive do passado e os olhares ao passado lhe fariam desistir de seguir em frente. Seguiam, sorrindo, cada um sabendo a falta que o outro fazia. E a vida é breve, e o amor ainda mais!

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf