30.10.11

Conh(t)ecendo: Liz Passos


Não é fofoca não, mas diga se não tem pessoas que instigam nossa curiosidade?! Quando trata-se de admiração a gente sempre tem alguém, fora de casa e abaixo do céu também, porque não?! Alguém com quem você se identifica e fala - poxa, quero ser igual a você quando crescer! - porque essa pessoa faz exatamente e com perfeição aquilo que tem talento para fazer! Pois é, pois é... #sabecomé, né?!

Liz Passos, 37 anos, capricorniana, baianíssima de Jaguaquara (mas já mora em Salvador há mais tempo do que viveu no berço). Publicitária, analista de marketing da Rede Bahia e blogueira!

Uma espécie de gurú do amor, de um jeitinho bem peculiar deixa o coração falar sobre temas relacionais do cotidiano tão bem que as coisas de Liz além de leitores já pode ter ouvintes! Para entender melhor o que eu estou falando, dá uma lidinha no blog da Liz e sintoniza toda terça e quinta das 22h às 23h no rádio a emissora Bahia FM 88,7HMZ pra você ver...

Agora que se interessou, confira a entrevista com a fofucha, super atenciosa:

1- Liz, você escreve com tanta fluência e criatividade que até parece fácil ser boa escritora. Como começou a paixão pela escrita e quando descobriu que levava jeito? (ps. Não vale dizer que veio de berço, não vale!) 
Sempre fui apaixonada por livros, mas escrever nunca esteve nos meus planos. Talvez por ter começado a ler muito cedo, tive uma certa facilidade para colocar as minhas idéias no papel ou no computador...rsrs. Há 3 anos veio a ideia de criar um blog e então descobri que, realmente gosto de escrever... demorei para descobrir o que, realmente, gosto de fazer, mas agora posso dizer que é sim, escrever! Quanto a criatividade, vou encarar como um elogio seu..rs

2-  Você é formada em PUBLICIDADE. Esse sempre foi tua primeira opção na época de vestibular? (Nunca pensou em fazer psicologia não?!) Alguém te influenciou? E de alguma forma a tua formatura influencia no blog? 
Demorei pra descobrir qual era a profissão que eu queria,levei muito tempo achando que era DIREITO... só depois de muito tempo, veio a consciência que era a PUBLICIDADE que me encantava. Toda vida gostei de propagandas, lembro de muitas que passavam quando eu tinha 5 anos de idade. Nunca saio da frente da TV nos intervalos...rsrs. Sou apaixonada por criação e chego a aplaudir (mesmo sozinha) quando vejo uma boa campanha. Não houve nenhuma influência nessa escolha, essa é a prova de que foi decisão do meu coração e da minha vontade :) Sem dúvida, influência nos textos que escrevo e nas visões que tenho do mundo... um publicitário precisa conhecer um pouco de tudo... tem que ir até em terreiro de candomblé, mesmo sendo evangélico... não é possível criar ou desenvolver uma boa campanha se você não conhecer a cultura e as peculiaridades de onde você vive, e essas descobertas nos fazem abrir a cabeça para o mundo. No passado nunca pensei em fazer psicologia... depois do blog, já penso... quem sabe um dia!

3- O que faz uma publicitária e analista de marketing? 
No meu trabalho, a vertente da publicidade fica focada na criatividade... faço textos para anúncios, roteiros de eventos...trabalho em um departamento de Mkt Corporativo, ou seja... cuidamos e posicionamos a imagem da organização. Dentro das inúmeras funções de uma empresa de comunicação, os eventos são inúmeros e os projetos também... um analista de mkt dessa área, está diretamente ligado às ações institucionais para o mercado e para o público interno, bem como focados em apoios e projetos que fortaleçam o braço social da organização, sem esquecer do fomento à cultura local.

4- Conta sobre o surgimento do blog? E como foi o up de ser chamado para compor a plataforma do IBahia? 
O blog veio quando eu estava com o coração apertado e muito sofrido... apesar de ter tido outros relacionamentos, foi a primeira vez que me apaixonei, realmente, por alguém... namoramos dois anos e pouco... nesse período, terminamos três vezes e na última, eu decidi que não podia ter mais volta, mesmo com uma dor que me impedia até de respirar, segui em frente... sofri muito, chorei tanto que achava impossível conseguir parar... passei por todas as coisas doloridas que se passa ao se perder alguém, mas eu tinha vontade de superar... e fazia tudo o que era possível para que isso acontecesse... foi então que um dia de ócio (criativo?...rs) resolvi criar um blog como terapia ocupacional... não divulgava para ninguém, mas os amigos foram descobrindo e divulgando...até que eu me senti mais segura e recuperada da minha dor, então também divulgava no twitter... um belo dia o site Lista 10.org (do Rio de Janeiro) listou o meu blog entre os 10 bons blogs achados e então começou a ficar mais conhecido... depois de todo esse reconhecimento, o iBahia me convidou e eu fui :)

5- Recentemente você foi convidada para participar de um programa de rádio discutindo diretamente as questões enviadas pelo público. Suas opiniões são bastante autênticas e cada vez mais requisitadas. Como é isso? Em que se baseia a Liz toda experiente?! 
(risos) Na verdade, sempre tive uma característica que não sei se é boa ou ruim... acho que é boa, pois devo inspirar confiança e tenho muito respeito pelas pessoas... mas todo mundo se sente à vontade pra me contar seus segredos. Sou daquelas que sabe de tudo da vida dos amigos, eles me pedem conselhos e querem sempre dividir tudo comigo... quando o blog ficou conhecido, isso também começou a acontecer com as pessoas que liam... eu recebo um número grande de e-mails de pessoas que contam as suas histórias para mim... foi então que veio o convite para estender isso até o rádio. Obviamente, só conto lá o que me autorizam, mas as pessoas adoram ouvir suas histórias no ar... como digo sempre, não sou psicóloga ou sexóloga... dou a minha opinião como mulher, através das experiências que já vivi e como estou de fora da situação, acabo ajudando as pessoas a identificarem erros que elas não veem. Fico muito feliz quando consigo ajudá-las de alguma forma.

6-  De acordo com Liz, ela é "inquieta, curiosa e aprendiz". Essas certamente são caracteristicas que possibilitam a percepção e capitação de temas "xeque-mate", que todo mundo gosta... como você lidar com isso entre seus amigos, dos momentos de lazer aos momentos de trabalho? 
Essa descrição do perfil foi feita pela minha chefe... sempre tive dificuldade de falar de mim mesma, então quando tinha que passar um perfil sobre mim, eu pedi que ela fizesse como me enxergava e ela acertou direitinho...risos... sou tudo isso mesmo. Fico muito ligada em tudo e os próprios amigos já me passam histórias pedindo para que eu conte... no trabalho é a mesma coisa. Não é raro ouvir a expressão "Cuidado que essa Liz vai levar para o blog"...rsrs

7- "Viciada em filmes, livros e histórias de amor."  Dá algumas indicações pra gente! Que textos bacanas você criou inspirada? 
Humm agora vc me pegou... acho que não consigo lembrar de textos para citar aqui, mas as minhas inspirações vem mais de filmes e música... Gosto de filmes clássicos, comédia romântica (nem precisa dizer, né?)... observo tudo... do modo que o rapaz beija, até a forma que a mocinha pega no cabelo...rs. Se eu for listar tudo aqui, vai demorar... então vou dar só duas dicas que acho bem válidas. Livro: Cem anos de Solidão (Gabriel Garcia Marquez) / Filme: Simplesmente amor (parece bôbo, mas se vc prestar atenção, vai ver as inúmera lições de amor que tem ali).

8-  E as músicas? alguns textos tem trilhas não é verdade? O que você costuma ouvir? 
Sempre! Todas as vezes que escrevo, vem alguma música na minha cabeça... em alguns a interferência é tão forte que até descrevo um pedaço da música. Sou, extremamente romantica e como não poderia deixar de ser, acabo deslizando para músicas que alguns acham brega, mas eu adoro...rsrs. Nana, Bethânia, Roberto, Roupa Nova, Lenine, O Teatro Mágico, Jota Quest, Frejat, Kid Abelha, Léo Jaime (não é da sua época, Lay...rs), Leone, Lulu, Lulu, Lulu, mil vezes Luluuuuu...rsrsrs

9- Aquele escritor/a é o/a escritor(a): 
Você quer saber o meu preferido?? Gabriel Garcia Marquez... afff... muito apaixonada!

10- As redes sociais certamente fazem parte da tua vida e nelas você se  mostra  bem  divertida e simpática. É só nas redes sociais, ou pessoalmente também é bem falante e alto astral? 
Tenho meus momentos de TPM, Lay... sou capricorniana e as vezes me fecho um pouco na conchinha, mas excluindo esses poucos dias, sou aquilo mesmo que mostro nas redes sociais... adoro dar risada, gosto de gente alto astral e engraçada... não suporto quem fica reclamando da vida o tempo inteiro. Já passei por tantas coisas que me amadureceram... hoje não me deixo ser triste, até porque a minha fé não permite isso... ela me torna uma pessoa feliz e confiante :)

11- Texto bom é aquele que a gente sente veracidade e se identifica com o personagem, não é verdade? (É fácil acontecer isso com os teus!). O público confunde bastante a autora com as personagens? 
MUITO! Até os mais próximos as vezes me perguntam se o texto do dia está falando de mim, se arranjei algum paquera ou briguei... a depender do assunto que tenha no blog...rs. Tem um sujeito que "se diz apaixonado por mim", que sempre manda comentários desaforados pois acha que estou falando de histórias minhas, e ele tem um ciúme doentio que ofende, sabe? Mas não perco meu tempo com essas maldades não... vocês me dão tanto carinho que compensa qualquer coisa.

12-  Apesar do teu trabalho incrível,  alguma  vez  te  criticaram  ou  te  ofenderam  de alguma forma? Como você lida com críticas? 
Graças à Deus, recebo muito carinho, Lay! Acho que as pessoas devem perceber o amor que coloco em cada palavrinha... não é algo que faço para ter fama ou visibilidade... escrevo porque amo e quando fazemos de coração, conseguimos ser entendidos. Mas esse homem que mencionei, é cruel nas barbaridades que deixa nos comentários... me ofende muito, faz críticas infundadas...porque ele quer atingir à mim... me parece uma inveja estranha, sabe? No início fiquei meio assustada, mas agora... nem leio e já vou deletando. Quando a gente se expõe em um ambiente público como a internet, precisa estar preparado para receber todo tipo de retorno.

13- Como é o dia-a-dia da Liz? E o futuro? Algo novo em vista? (Não vai nos abandonar não, né?!) 
CHEIOO!!! rsrs. Muito trabalho na Rede, tenho que ter um tempo especial para responder os e-mails das pessoas, agora tem o programa na rádio e ainda os textos do blog... que nunca deixo preparado com antecedência, sempre escrevo na hora..rs. E o projeto do meu livro que tenho construído aos poucos. Então é correria mesmo... acordo cedo, trabalho o dia todo, terça e quinta trabalho à noite também... nas outras noites tenho que colocar a casa em ordem (moro sozinha), deixar a leitura em dia e me cuidar um pouquinho...mas confesso que ando sem tempo pra encontrar um namorado...ahahahah. Abandonar vocês?????? JAMAIS!!!!!!!!!!!! Todos os planos novos que vierem serão sempre para nos aproximar mais! Se eu pudesse viver só escrevendo, seria feliz :) Esse seria o meu futuro ideal!!!

14- Dica pra quem curte teus trabalhos e querem seguir por alguma das áreas pelo menos, by Liz Passos. 
A primeira dica é descobrir, realmente, o que te deixa feliz em fazer... se for escrever, leia, veja filmes, novelas, as histórias dos amigos, do porteiro do prédio, da manicure...e deixe o coração falar! Se for publicidade, é aquilo que eu já falei... abra a cabeça para o mundo... conheça e se familiarize com tudo o que lhe cerca. Por incrível que pareça, um pequeno pônei pode ser um sucesso em uma campanha de carros pra machos... são para essas nuances que precisamos estar atentos :) Mas vc já é uma escritora nata, eu que tenho que pedir dicas! rsrsrs

Gente, a Liz falou que eu entrevisto como jornalista experiente, só para vocês terem idéia de como ela é doce! (risos) Liz, você faz fluir uma entrevista! Adorei te conhecer um pouquinho melhor, desejo muito sucesso para quem trata tão bem nossos corações viu?! É com o maior prazer misturado com o gostinho de quero mais que divido você com mais leitores... 

Visitem o blog da Liz e ouçam o programa sempre que possível #ficaadica

1 Comentários:

  1. Amei a entrevista. Muito bom saber o que minha bonequinha (vc não lembra, mas foi uma cobaiazinha adorável, junto com Márcio, qdo meus dotes maternos afloravam. rsrsr)anda fazendo, bem como o que curte fazer.
    Alívio, Lay, pois agora sei q não sou a única ao confundi-la com os sentimentos e comportamentos de seus personagens. Por outro lado, a experiência de Liz nos leva a inferir que esse fato só enfatiza a tua competência, filha.
    Sou suas fã.

    ResponderExcluir

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf