20.5.12

O melhor ataque.


Diretamente dos meus quadrinhos favoritos, o Capitão America sentiu a necessidade de um plano de ataque, mas o Homem de Ferro, aquele que fica grandão na armadura e, ainda sem ela, se auto-afirma como "gênio, bilionário, playboy e filantropo", tinha o melhor plano: Ataque!

Agradeço ao melhor ataque de todos os tempos feito pela Disney, que ciente deste mecanismo de defesa, captou a mensagem 'ser nerd está na moda' assumindo o catálogo de heróis que ainda restavam da Mavel e, como de costume, investiu seu riquíssimo capital para retirar alguns heróis do papel dando a outros produções minuciosamente dignas, que desconfio que teriam sido alcançadas em outros estúdios.

Além do suposto abalo mundial que causaria a destruição do centro econômico de Manhattan numa contínua campanha estampada de poderio Norte-Americano, aquele que é perceptível em Thor (2011), o semi-deus que vem de outro planeta descobrir fastfood aqui e, principalmente, que o Capitão America (2011) representa o tempo todo com uma veste bem reluzente, mas com um caráter ingênuo, altruísta, de boa índole... Além disso tudo, eu agradeço de verdade por terem ignorado as críticas do primeiro filme e reproduzido o Hulk (2008), para torná-lo realmente incrível.

Parabéns ao autor e diretor Joss Whendon, e me permita de antemão avisar a fantástica lutadora Natasha - Viúva Negra (Scarlett Johansson), que não é por ter matado muitas pessoas e sei lá quantos alienígenas Chitauris em pouquíssimo tempo, com efeitos que a natureza agradeceu quando decidiram parar de "brincar", que eu adotei o tão esperado filme Os Vingadores (2012) como um dos prediletos.

Sem esquecer da Maria Hill (Cobie Smulders), graciosíssima companheira do Nyck Fury (Samuel L. Jackson), tenho que agradecer ao diretor de espionagem que após ter visto o poderoso cubo mágico Tesserack ser roubado de dentro das instalações S.H.I.E.L.D., decidiu reativar a iniciativa vingadores, convocando o grupo mais habilitado de todos para salvar a humanidade:
  • O bom moço Steve, que parece ter sido congelado para mim - Capitão America (Chris Evans);
  • O intelectual do humor e superego Stark - Homem de Ferro (Robert Downey Jr);
  • O encantador Clint - Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) que após ter sido controlado pelo lado mal, redime sua dívida moral;
  • A dupla de Semi-deuses: Thor(Chris Hemsworth) o filhinho do trovão apaixonado pela humanidade, dono daquele martelinho sedutor e Loki (Tom Hiddleston), o vilão problemático, egoísta, vingativo e que por "se achar", nunca terá cacife para governar como tanto sonha;
  •  E para roubar a cena, o maaaais nerd e destruidor de todos: Calma Bruce Wayne! - o Hulk (Mark Ruffalo). 

Com diálogos grandiosos sobre a liberdade e a busca pelo poder, a submissão e os anciãos de nossa sociedade...com a perda do Dr. Erik Selvig (Stellan Skarsgard) para tornar mais convincente a necessidade de união do grupo de heróis, e muita ação, são 142 minutos de satisfação garantida para qualquer geração, mesmo para aqueles que sabem que só há um Deus e que certamente ele não se veste com nenhum dequeles trajes...

 Não é surpresa que a humanidade tenha feito o filme quebrar recordes desde o lançamento no cinema. E mesmo sabendo que são perigosos, a plena noção de que são ainda mais necessários, nos faz aguardar ansiosamente a promessa anunciada pelo diretor-executivo Bob Iger de que no filme Os Vingadores 2 eles voltam! 

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf