24.6.12

Além São João



É impressão minha ou o clima para o São João está frio? Não falo do friozinho bom do clima não... Pode ser somente na região onde estou ou ainda nas pessoas ao meu redor. Pode ser também que há um bom tempo esteja me retirando e perdi a noção. Mas estou no interior da BAHIA e por aqui sempre se espera mais! Mas é aqui que o clima de isolamento representado por Forrós de Camisa me dão nostalgia e saudade da infância. Falta das crianças empolgadas com os ensaios de quadrilha e procurando a fantasia pelas ruas... Não sei se crescemos ou passamos por muitas desventuras, não sei se andamos ocupados demais correndo tanto atrás do futuro ou fugindo de traumas passados... mas nem o tanto de comentários expectantes ouço mais. Além da seca nordestina, pensei que poderia ser também pelo feriadinho ter caído em final de semana, hein?! Antes fosse.

Com dias restringidos para quem curte a festa, a ornamentação na praça da cidade começou poucos dias atrás e com custos reduzidos, também para atrações - acho justo! A essa altura, além dos meus salgadinhos preferidos do ano inteiro - cebolinhas, palitinhos de queijo e afins -, não comi milho, derivados, nem amendoins - para alegriiiia do meu peso. Não ouvi nem o riso regado de licor de ninguém - Agradeço por isso. Não vi carro nem gente diferente rodando e enchendo a cidade como antigamente - isso é triste. Infelizmente, o que considero mais irritante foi o que ví, porque ainda que em menor proporção, persiste: algumas fogueiras rodeada pelos amantes insanos de fogos bombardeadores e assustadores para cachorro. :@ Em suma, as tradições parecem estar esfriando se comparado ao que era antes...

Mas música, ahh, a música é um bem cultural que não se diminui ou retira - vai pedir pra abaixar o som dos carros de porta-mala abertos e pra vizinho abaixar o som no horário permitido, pra ver só! - E essa semana fui acordada com um forrozinho de Aviões cuja letra tem uma liçãozinha...

Tem "fugitivo" sofrendo demais? Tem "fugitivo" que levou o fora? A qualquer hora a gente dança mesmo, não precisa negar...mas a Solangia avisou que "o tempo passa, o mundo gira...O mundo é uma bola!". O mundo não é um balão jogado por um irresponsável para cair em nossas cabeças destruindo tudo ao redor, entendeu?!

Valorização! É a idéia... mesmo que você não esteja desfilando por aí com um(a) novo(a) namorado(a), dê um jeito no cabelo, malhe, dê a volta por cima e surpreenda quem te subestimou... quem pensou que você ia chorar e morrer de amor, que iria pedir para voltar como se fosse único e mais especial no mundo.

Sabemos que não se deixa de gostar da noite para o dia, ninguém dorme e acorda enjoado da cara do outro. O distanciamento vai acontecendo aos poucos, a cada dia que olhamos no espelho e dizemos: basta! Exercitando o amor próprio chegará o momento que ele fluirá sozinho, e não por orgulho, e não por fuga, e não por mágoa, e não com doses insuportáveis de sofrimento, saudade, nostalgia, arrependimento, solidão...  fluirá por saber que reconhecendo nosso valor, vai ser mais fácil que as pessoas percebam e se afastarem caso não tenham suporte para alojá-lo. A gente cuida do que tem valor. A gente guarda o que tem valor. A gente protege o que tem valor. E mesmo que de alguma forma o nosso bem valoroso seja atingindo... a gente resgata, restaura e põe de novo no lugar.

E podem até mudar as tradições, me perdoe aos que comemoram o São João, mas o que não pode mudar são nossos valores - no coletivo, mesmo!

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf