31.10.12

Coragem não é loucura!


 Ás vezes me incomoda o tom das pessoas que me chamam de "corajosa" - ao menos daquelas que deixam soar como "louca" - ao saberem que enfrento empecilhos quase que obrigatórios em minha vida, como arriscar a BR de moto com toda a "leveza" do meu ser, ou uma pista escura, descuidada e deserta durante a noite -  tenho vontade de revidar perguntando se elas levariam as aulas até minha casa ou se mudariam os horários do mundo por mim, se andar acompanhada sempre livra alguém de tragédias e ainda se a gente deve se acomodar a ficar presa em casa enquanto o bandido tá na rua...

 O fato é que o medo e o receio pelo perigo não nascem com a gente mas se desenvolvem quase que involuntariamente ao passar dos anos, sei disso porque percebo que nas crianças há pouquíssimos vestígios deles, ao menos sem experiências que as traumatize anteriormente... -  já fui integrante de um acidente de carro e assaltada antes, poxa!

 A coragem também não nasce com a gente, é um exercício árduo e psicológico de enfrentar o que parece incomodo e que deve ser trabalhado diariamente nas mais diversas situações dentro de nós. Não acho que isso deve ser desvalorizado, questionado ou fonte de espanto como se fossem atos levianos, inconsequentes, de falta de amor a vida, falta noção do quanto o mundo tá perigoso e a humanidade pevertida. Pensar assim é alimentar um medo crônico de viver ao invés de saber razões pela quais devemos enfrentar situações, contanto que tomemos as devidas precausões para estar seguro, no que depender de nós, no que quer que for.

Eu trabalho a minha coragem, seja pra pilotar, andar no escuro, alcançar lugares altos, ir morar num lugar desconhecido, me aventurar em brinquedos e brincadeiras cheias de adrenalina, me relacionar com pessoas... baseada no Deus que vai a minha frente e melhor, ao meu lado e por dentro, e ainda no meu tamanho, porque conhecendo meus limites e poder de superação, sou maior que todos os obstáculos que vierem impedir o cumprimento dos propósitos do meu coração. #Amém!

Ps.: Essa foi uma "pequena" postagem num momento de desabafo, acabei gostando e achando que pode ser útil pra mais alguém! :)


E pelas doces fugas dos medos,
travessuras no Halloween.


Laís Sousa

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf