27.1.13

Desenho e escrevo

Estava alí sem nada para fazer e recheada de pensamentos. Naquela tarde abandonei o notbook, os livros já escritos e aguarrei um encadernado de folhas que intercalavam branco. Percebi que desaprendi muita coisa! Desaprendi seguir sozinha, mesmo que cotidianamente tenha que enfrentar as mesmas ruas que diferencio apenas pelos premeditados desvios. Desaprendi a sonhar com outros amores, que espero a chegada de forma singular e especial, inexplicável e para ficar. Desaprendi a utilizar os papéis envelhecidos, a canela apressada, os pensamento fluentes e descuidados, escrever com letras variantes em linhas contínuas...

Aquelas folhas em meu colo mais pareciam telas em branco e eu não queria reiniciar com aspecto maternal de apenas desenhar. Larguei de lado, fechei os olhos e sabia que assim poderia construir castelos com as lembranças de outro tempo. Desaprendi sorrir com os olhos, mas ao fechá-los, quer por cansaço, claridade, apreensão, sabia que podia sonhar, mudar minha realidade.

Sei que ainda tenho muito a aprender, reaprender outras coisas, nunca aprender algumas e outras até desaprender. Sei que amor deve ser rabiscado como desenho, não adianta ter a inspiração e não trabalhar, desenvolver, expor. Ainda não me sinto capaz de me arriscar em outro desenho seja lá qual for a cor das canetinhas coloridas...Tenho noção apenas do tempo em que passei a te pertencer. Perdi a noção do tempo quando consegui nos avistar segurando um ao outro pela mão sem deixar partir. Assim, aprendi a ser sozinha, sem dó, com o coração necessitado de folga, apelos dos afetos ao redor que não sei se afroxam ou apertam o nó.

Abri os olhos, puxei o caderno. Desenhei um menininho e uma meninha. Me senti com 12 anos ao escrever nossos nomes para identificá-los. Percebi que por você posso arriscar um pouco dos dois: desenhar e escrever. Peço que você alcance meu futuro, por nós! Para que as palavras que escrevi tenham razão e o desenho retrate amor.


0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf