9.1.13

FikDik em: Quem é esse cara?!

Não importa a idade, eles se rebelaram e agora querem se auto-afirmar. Seja no baile funk, no pagodinho ou com suposta coroa de majestade, alcançamos a revolução dos "CARAS". Como que fazendo a dança do acasalamento, o intuito parece ser ser sobrepor aos outros homens a fim de ganhar as mulheres pela superioridade. Tudo muito bom, tudo muito lindo se as qualidades não parecessem meras competições. Aí me veio logo a dúvida do que as mulheres, classe mais atingida com isso, pensam a respeito, e claro, o tema veio parar em "FikDik"! Leiam o que algumas "fugitivas" consideram como "o cara":


Rebeca Aragão, 15 anos, estudante.


O cara pra mim não precisa ser aqueles descrito em contos de fadas, só precisa ser romantico, um pouquinho danadinho (muito quieto não presta! rs), atencioso , fiel, carinhoso, brincalhão e gostar de mim, claro! Pra mim isso basta, o resto a gente consegue depois... kkkkk





Ingrid Souza, 16 anos, estudante.
Definir "o cara" é tão complicado quanto achar um, (rsrs). Pra mim o cara não é o que consegue ficar com várias em pequeno espaço de tempo e sim o que tira seu tempo pra fazer apenas uma feliz; que não fica usando o velho clichê dizendo que ele é diferente dos outros, mas que tem a capacidade de provar, e que, em tempos como os de agora, não são influenciados pelos amigos ‘pegadores’ que se iludem achando que pra ser o chamado de "o cara" é preciso pegar muitas. "Eu tiro o chapéu" para o homem que não apenas fala, ele faz - é fiel, carinhoso, romântico, honesto, verdadeiro e que dá um baile nesses ‘galinhas’ que se esquecem que a juventude passa e que uma hora ou outra eles vão querer alguém para passar o resto da vida. Alguns minutos não valem de nada perto do que podemos ter pra uma vida toda! Algumas mulheres que sofreram na mão de algum carinha podem bem ser "a mulher" da vida dele...e aí?



Jéssica Nogueira, 19 anos, estudante.
Bom, o cara pra mim é alguém que me dê liberdade, que me dê espaço pra minhas amizades (as masculinas principalmente!!), porque é algo que prezo muito... que não seja ciumento (pq eu não sou ciumenta e gosto de reciprocidade nos meus relacionamentos, seja ele qual for), que tenha muuuuito bom humor, não brigue comigo por motivos desnecessários.Não precisa ser bonitooo, um deus grego, mas que tenha estilo e simpatia! Ah, um cara cristão (acima de tudo) tbm... acho dificil um relacionamento dar certo se não tiver a presença de Deus no meio de tudo... bem, acho que é isso... o meu cara é dessa forma! As pessoas meio que acham estranho o meu namoro com meu broto, porque é tudo muito tranquilo, sabe? é um relacionamento sem tantas exigências, sei lá, eu até pensei que seria mais tenso encarar um relacionamento sério pela primeira vez, mas nem parece um namoro... costumo dizer que ele é um amigo que eu dou uns pega de vez em quando, kkkkk.


Daiane Batista, 21 anos, estudando Farmácia.



O cara pra mim, não trai, não mente, é carinhoso e o principal: Não é Gay!



 





Iris Priscilla, 25 anos, estudando Educação Física.

 Impossível responder essa pergunta sem lembrar da música sucesso atual de Roberto Carlos, Esse Cara Sou Eu. Em algumas frases me pergunto se realmente nós mulheres suportaríamos passar muito tempo com um cara como esse: “Que pensa em você toda hora... que conta os segundos se você demora... que está o tempo todo querendo te ver!”. Sério??? Ele não trabalha, nem tem planos, nem tem outras preocupações??? Fica o tempo todo viajando no “amor” que sente pela mulher??? Definitivamente esse não é o cara pra mim, e se tem alguma mulher que esse cara perfeito, deve procurar repensar prioridades, sonhos... Penso o seguinte, o homem e a mulher são perfeitos um para o outro quando sabem respeitar suas individualidades, quando perto um do outro conseguem ser ainda melhores do que são separados, porém se estiverem sozinhos sabem seu valor e mantém seus objetivos, não se baseiam na vida do outro pra viver... então o cara pra mim tem que ser seguro de si; tem que ter confiança plena em mim; tem que saber dar espaço; respeitar minhas opiniões por mais que pense diferente; esse cara tem que me fazer sorrir e tem que rir junto comigo; ter objetivos de vida e perspectiva, não pode ser acomodado; tem que sonhar alto e ir em busca dos seus sonhos; não pode ter medo de mudanças, elas vão fazer parte de nossa vida todo o tempo, vivemos em movimento e tudo muda; é claro que aquelas coisa de carinho e cuidado não pode faltar... mas também não pode vir em excesso; acima de qualquer coisa o cara certo precisa me despertar admiração... acredito que é por aí que começa tudo... e depois despertar a vontade de amá-lo por que amar é uma escolha, ele tem que ser o escolhido!!!


Obrigada lidooonas!

As meninas tão jogando duro nas palavras, diga se não ficou a dica?! rs...Arrasaram nas qualificações que valem a pena e me deixaram com pouco a comentar...

Assim, venho percebendo que ser homem, com toda virilidade e delicadeza de ser, está perdendo a graça - aí o cara entra na modinha! Os homens tem medo de ao serem sensíveis, colocarem a sexualidade em questão. Têm medo de serem traídos, ofendidos, enganados, preteridos... A coragem masculina se reduziu àqueles que encaram aventuras, porque em geral, eles temem! Cobram presença buscando espaço, quando não abandonam, colocam pessoas especiais em banho-maria, podem revesar entre o machismo e a saliência em excesso! São extremos em cuidar da aparência demais ou de menos, de se expor demais ou de menos, de mostrar ao que veio demais ou de menos. São extremos mesmo: quando se propõem agradar exageram, se perdem no motivo das boas intenções... ou se apaixonam idiotamente ou se traumatizam para fazer desgraças.

E aí estudiosos explicam que a evolução e igualdade alcançada pelo universo feminino confudiu as coisas e tal, mas o que parece mesmo é que maioria dos homens não conseguiram lidar de forma segura com a novidade na situação. Não estão adaptados a convencer pelo que são e não o que têm, de serem queridos e não necessários, de ser reais e não imaginados, de seres e não se auto-afirmarem. Ainda dizem que as mulheres são complicadas e frágeis...

Particularmente acredito mais na veracidade do cara que canta o Thiaguinho - ele se acha, sabe?! Mais real! rs... Do "Esse cara sou eu", o enjoo, digo, hit do momento, já lí inúmeras críticas quanto ao personagem da letra... de possessivo, agressivo ao flanelinha que abre a porta do carro, já rí de tudo. O fato é que o romantismo está tão surreal que vem sendo descreditado mesmo pelas mulheres. Como mulher, o que acho mesmo é que um rapaz me dizer que é o cara não convence, mas se ele demonstrar continuamente, eu quem sairia espalhando que ele é o cara, ou melhor, manterei bem guardadinho, porque ele seria o meu cara, o cara para mim! ;)

Discutam aê!

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf