11.8.13

Ser pai ensina ser homem

Talvez um homem aprenda a amar de verdade depois de ser pai. Muda aqueles rapazinhos que costumam pensar em primeiro lugar em si, sabe?!

Ser pai... é como se mudasse o mundo! Como se o cara se tornasse invisível para que outro alguém ganhasse mais importância.

O cuidar de um filho faz um homem existir, por e para outro. A paternidade dá destaque ao que nunca seria notícia, se interessa pelos assuntos sem graça, pelos cuidados médicos, pelo que tem dentro do armário do banheiro e da cozinha, dentro da própria cabeça.

Quando se é pai, os detalhes ganham valor: a gola desarrumada, o farelo na boca, o cinzento do joelho, a remela dos olhos, a previsão meteorológica, os acréscimos de bobagens na lista do mercado, o tamanho das vestimentas e calçados, a preferência de outro alguém.

Antes de ser pai as noites são mais agradáveis, depois de ser pai os horários parecem fazer parte da corrente sanguínea.

Só um pai de verdade pode falar que, com presença ou não da mãe, sabe cuidar do seu filho. Ele sabe dar comida, trocar fraudas, achar o brinquedo preferido, arrumar a bagunça, preparar o banho, contar historinhas. Quantas vezes for necessário e sem reclamação!

Ser pai torna um homem mais carente. Precisa dar colo, precisar ser abraçado, compete para que "pai" seja a primeira balbuciação.

A paternidade transforma especialmente os ouvidos durante o sono. Escuta ruído, se prepara para vigílias futuras.

Talvez, repito, um homem só aprende a amar, especialmente uma mulher, depois de ser pai.

Pai daquele que arruma merendeira, esquenta mamadeira e se importa com o desenho indecifrável que vai ganhar no dia dos pais. Pai que não enforca a criança com o babador nem ciuma do cuidado que a mãe tem com ela. Pai que vai lembrar das menores bobagens pra contar em toda possibilidade...


Obras de artes feitas pelos "tozinhas" do meu pai! kkkk


Ser pai torna um homem romântico sem querer, sensível sem ver, incompreensivelmente prevenido, ativo no que nunca pensou em fazer.

Juntando pedacinho, um homem se forma inteiro: aprende a esperar, abandonar o egoísmo, planejar dar presentes, improvisar encontros que talvez não foram marcados, aproveitar o tempo vago, achar tempo na agenda, não diferenciar amor de perdão.

Um pai aprende a fazer a fé, que antes engatinhava, ficar de pé e seguir em frente...

"Filha, e como vai lá na escola?" - São frases memoráveis do meu pai, sabe?! Porque eu tenho 22 anos e coisas assim me enchem de carinho. Vou ser sempre a criança que ele se preocupa com o que come, como vive...até como vai na "escola" que já é faculdade. No fundo sei que isso é extremo cuidado. É o sentimento de ser pai que só sinto com o meu e sei o quanto isso edifica e concretiza o meu lar. Meu pai, se não fosse pai era mãe... mas tinha que ser meu!


0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf