4.3.14

Não existe ninguém igual...

- Não existe ninguém igual a ele.
 - Não existe mesmo não, não existe é ninguém igual!

Talvez até piores e te façam lembrar amargamente por toda vida, a cada despedida, ausência e tudo que vier na sequência... mas igual, jamais!

E eu bem que me pergunto: se a peste te largou, abandonou você, que espécie de álbum comemora uma cara de fuinha repetida?

Mulher é bicho besta, passa tempo sofrendo por gostar de cada coisa nessa vida...

No desejar igualdade, quem perdeu nada ganha. Vaidade! E se tratando de homem, quanto mais diferente, melhor! É aquela ladainha - sofre, se injuria, não quer saber de nada, ver ninguém, perde o sono, a graça, parece que o desespero não passa, perde até o controle, ganha massa, lá vem desgraça... quando pensa que passa está apenas adormecido ali, uma mágoa, um sentimento que não perdoa...

Mulher quando gosta até o diabo faz aposta, encarna e não enjoa.
Mulher, até a casca grossa, entra na fossa, afunda a testa dura pela proa.

Gostar é phoda*, e parece moda, quando você está completamente entregue, ele voa.

Aí chega sua amiga, que há meses carrega essa cara de Madalena arrependida, e com um ar blasé vem afirmar pra você: nunca encontrarei um homem igual!
Elementar minha cara - cara de pau -, nunca encontrará... nem igual, nem diferente, nem pintado de ouro.
Sabe qual o problema? não é a falta, escassez, opostos, inversos, distância, ser comprometido, japonês, viado, perverso, bigode grosso.
Ela não acha outro porque quer o mesmo! Revelado o segredo...

Se pudesse amarrar no pé da cama, fazer lavagem cerebral, reformar cada partícula, mulher nunca teria que recomeçar sua história. Armaria, tudo de novo... voltar pro mercado, um desgaste velho dobrado: tem noção do que é se envolver com um malcriado? Em cada família uma sogra e mil problemas. E em falar em emas... cada gato com seu poleiro (digo, puteiro, ou vice-versa...) de amiguinhas ciriemas!

Mas assim, meu amor, a realidade é tão crua quanto a carência te deixa nua... nem tudo é flor.
Sabe como sofrimento passa? Há tempo os estudiosos aplicam anestesia. Mas mulher é sexo forte, sabe bem, como ninguém, que se não for neném, dor é fraqueza saindo do corpo. A fórmula anestésica da mulher é doer, doer, doer até adormecer. Então já ficou claro, o paliativo é o exercício, é chegar no pico, no extremo, depois da sarjeta do bar, mesmo com medo e a contragosto, se joga fundo no desgosto que ou acostuma ou ganha o posto.

E por falar em posto:
Se até pokémon evolui, que fila é essa sua, que não é a da Febem?!
Se ele era poeta, que arranje um músico! Ele não só escreve, como canta e toca, veja bem...
Se era administrador, te desejo um engenheiro... se é de organização que você precisa, que o planejamento seja inteiro.
Se era estudante, arranje um profissional. Não faltará motivo pra pagar pau...
Se era sonhador, arranje um realizado. Se era puritano, fique com um depravado.
Se é cuidado que você quer, chega de enfermeiro, passe reto na sala de espera e arranje um doutor.
Se é drogado, que seja maconheiro. Se é ladrão, que seja político. Se é brigão, que seja lutador.
Se é bebum, larga de ser besta que isso não leva a lugar nenhum!
Se quer ficar presa, não precisa de defesa, parte pro delegado...
Se é pra dividir a vida, queridinha, não é com qualquer retardado.
Se era químico, menina, se nem assim rolou, desiste filha, acredite em toda forma de amor...

Meu bem, fique zen, desejo sorte, daquela que tem suporte:
Porque cuidadoso, atencioso, carinhoso e até trabalhador (trabalhado na malícia), todo homem sabe ser, desde que esteja disposto a te amar e te merecer.

E pros cuecas (box!) que tenho com prazer por aqui, reconheço que nem todos são vilões, mas #sabecomé, no sofrimento tem poucos plantões. ;)

0 Comentários:

Postar um comentário

 
- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.CKrB3I8o.dpuf